Escolha o tema do seu curso

Todo professor traz algo de especial à Skillshare e incentivamos você a ensinar sua paixão. Se você estiver tentando descobrir que tópico deve ensinar, aqui estão algumas estratégias que você pode adotar para ajudar a decidir e garantir uma boa recepção pelos alunos.

Neste artigo:

 

Nesta aula do nosso curso de treinamento de professores, o Ensine na Skillshare: planeje, publique e promova um curso cativante, aprenda a escolher um tema para o seu curso e descubra como destacar a proposta de valor do seu curso para torná-lo relevante e atraente para seus estudantes. Tudo isso será ensinado pelas Top Teachers Gia Vescovi (artsygio) e Amandine Thomas.

Quais temas funcionam para a Skillshare (e quais não)

Os estudantes da Skillshare estão ansiosos para aprender com novos professores que trazem um estilo e uma perspectiva únicos. É por isso mesmo que incentivamos você a ensinar sobre um tema pelo qual é apaixonado. Nosso foco principal, como uma comunidade de aprendizagem, é a criatividade, e muitos dos nossos cursos mais populares são de criação. Por esse motivo, uma variedade de temas são bem-vindos, e conforme a Skillshare cresce, nosso público também cresce. Vemos um constante crescimento na diversificação de novos temas!

Nossa lista de Temas requisitados é a referência mais atualizada dos temas que são mais pesquisados no nosso catálogo. Por outro lado, a nossa lista de Temas de cursos restritos descreve quais temas não são permitidos na Skillshare. 

Estratégias para escolher um tópico

Ensine o que você sabe

É melhor manter seu curso focado em um tema específico que você domine e pode compartilhar com confiança.

Coloque-se no lugar de seus estudantes

Pergunte-se: “O que eu adoraria aprender se fosse inexperiente no assunto?” O que você achava complicado ou meio confuso quando começou a trabalhar na sua área? Além de dar uma ideia sobre temas que domine, isto também pode ajudar você a encontrar um público interessado em aprender mais sobre o assunto.

Ouça seu público

Ouça as pessoas ao seu redor que apoiam seu trabalho. Você recebe bastante elogio dos seus amigos ou familiares por alguma coisa que já fez? Tem muitos fãs ou clientes que perguntam: “Como você fez isso?”” Essas perguntas podem apontar para um tema interessante e relevante.

Comece pelo projeto

Ao pensar em temas, pense no projeto que você quer que seus estudantes criem. Procure inspiração no seu próprio trabalho ou realizações. Existe algo que você fez de que se orgulha em especial? Esta abordagem também vai ajudar você a focar no seu curso, para então ensinar somente as habilidades de que os estudantes precisam para concluir o projeto.

Analise seu tema através dos nossos princípios de Staff Pick

Considere como o seu tema se alinha aos nossos princípios de Staff Pick, ou o que torna um curso excepcional, para ajudar você a determinar o sucesso que terá com seu público. Se você tiver uma lista de ideias de temas, pergunte-se:

  • Desmistificador: qual desses tópicos explica ou demonstra uma habilidade que pode parecer intimidadora logo de cara?
  • Prático: qual desses tópicos tem uma proposta de valor forte e conclusões claras para o estudante?
  • Pessoal: qual desses tópicos eu teria mais vontade de ensinar?

Defina a proposta de valor do seu curso

Em vez de ensinar diversas habilidades de forma abrangente, os cursos mais bem-sucedidos se aprimoram em uma única habilidade, conceito ou projeto, ministrado em uma série de aulas mais curtas. Chamamos este elemento central de uma proposição de valor. E é mais do que só o que os alunos vão aprender. Você também deve considerar por que o curso é valioso em um contexto mais amplo, para quem esse curso se destina (ou o público-alvo) e como esse público vai se beneficiar das suas aulas guiadas.

Em outras palavras, aulas com proposições de valor forte:

  • Destaque as habilidades ensinadas no curso e como elas podem ser aplicadas fora do projeto do curso.
  • Ofereça e incentive várias maneiras de concluir o projeto, em vez de se concentrar em um resultado específico.
  • Não se limite a fornecer um tutorial e incorpore sua experiência exclusiva, estilo e narração no curso.
  • Demonstre uma vantagem óbvia para um público-alvo.

Cumprir a sua proposta de valor pode ajudá-lo a criar uma aula dinâmica que tenha valor imediato e acionável para seus alunos Para ajudar você a refletir sobre a proposta de valor do seu curso, faça as seguintes perguntas:

  • Por que os temas ou habilidades que você está ensinando são importantes?
  • Que habilidade(s) os alunos vão adquirir ao concluir o projeto?
  • De que maneiras os alunos podem aplicar essas habilidades fora do projeto?
  • Por que os estudantes devem aprender com você?
  • Como essa habilidade transformou seu fluxo de trabalho ou prática criativa?
É aconselhável pensar na sua proposta de valor enquanto você desenvolve e reforça seu curso:

  • Encontre uma maneira de resumir a proposta de valor no título do curso. Isso vai ajudar a chamar a atenção dos seus alunos e ilustrar o valor do que eles vão aprender.
  • No seu vídeo de apresentação, dedique um tempo para explicar o valor do seu curso e responder a algumas dessas mesmas perguntas acima: por que a habilidade que você está ensinando é importante, o que os alunos vão fazer no curso para dominá-la e como esse aprendizado se relaciona com a jornada criativa deles.
  • Também é relevante repetir sua proposta de valor na descrição do curso e nos materiais de marketing.

Gillett-drawing-class.jpg

Sam Gillett descreve muito bem a proposta de valor do seu curso, Como desenhar texturas com caneta: distância, detalhes e sombra. O título do curso diz de forma sucinta: ele oferece aos alunos três técnicas para lidar com texturas no desenho. Em seguida, no seu vídeo de apresentação, Sam destaca a proposta de valor ao longo de todo o curso, da importância de aprender sua abordagem até como os alunos podem aplicar essas habilidades após o fim do curso. Principalmente, ele disse, “Você vai ver como simplesmente desbotar texturas ou adicionar menos detalhes pode dar a impressão de distância e fazer seu trabalho parecer mais profissional, autêntico e imersivo.”

Materiais